Lua de mel pro em Aruba

Se você é um honeymooner, a primeira coisa que precisa saber é que o governo de Aruba tem um programa chamado One Cool Honeymoon, que oferece vantagens aos recém-casados. Não é preciso provar nada, é só avisar por e-mail ao hotel. Nem todos os hoteis participam, então confira a lista aqui.

Honeymooners

Honeymooners

Por acaso, nós escolhemos um hotel participante, o Amsterdam Manor Resort, um prédio amarelinho em estilo holandês, de apenas dois andares, em Eagle Beach. A praia mais famosa da ilha é Palm Beach, que fica numa área de hoteis grandes e altos (como resorts all inclusive e grandes cadeias internacionais). Palm Beach pode ser muito animada, principalmente para viagens em família, mas achamos um pouco confusa e lotada para um casal em lua de mel. Em outras palavras, é farofa que não tem fim! 🙂

Palm Beach: Farofa? No Thanks!

Palm Beach: Farofa? No Thanks!

Nesse sentido, Eagle Beach é perfeita: fica pertinho de Palm Beach (apenas 5 minutos de táxi ou ônibus), mas preserva uma certa privacidade e tranquilidade. Por conta do One Cool Honeymoon, ganhamos um upgrade da nossa reserva para a suíte honeymoon: simplesmente enorme, com vários ambientes (quarto, banheiro com hidromassagem, cozinha, saleta e varanda).

Amsterdam Manor Resort: O resort fica em frente à praia, mas não fica encravado na areia: é preciso atravessar a rua (também não é um grande problema, né?). Os hóspedes podem usar toalhas, cadeiras e guarda-sol do hotel na praia. Nesse trecho da areia, o Amesterdam tem o bar/restaurante Mango’s que funciona durante o dia e o Passion’s on the Beach que abre à noite. Na volta da praia, quando você precisar descansar após não fazer nada, a piscina do hotel cai super bem. Um ponto contra: o café-da-manhã é cobrado à parte e custa US$ 30 (não vale).

DCIM100GOPRO

Eagle Bech: all clear, no farofa

 

Dica prática: como as ilhas ABC ainda fazem parte da Holanda, os impostos tendem a zero. Com isso, os supermercados oferecem produtos europeus a preços europeus (sem aquele massacre das tarifas de importação). Compramos tudo que precisávamos para nosso café-da-manhã, além de bebidas, queijos, chocolates…. Há um excelente supermercado, o Super Food, a 10 minutos a pé do Amsterdam Manor Resort.

OUTROS PONTOS ALTOS EM ARUBA (ALÉM DE PALM E EAGLE):

  • Oranjestad: é onde aportam os cruzeiros e onde se concentram as lojas de luxo. Como definiu bem um taxista, é um ótimo lugar para o famoso “window shopping” (olhar, olhar e não levar nada…).
  • Arashi Beach: pegamos o ônibus público em Eagle Beach e saímos em Boca Catalina. Dali, fomos andando até Arashi, uma praia muito bonita, sem qualquer infraestrutura. Portanto, leve água e lanche se quiser ficar um tempo lá. Além disso, os abrigos do sol são disputados a tapa.
  • Boca Catalina: como definir? Uma mínima entradinha para o mar, perfeita para o snorkeling pela proximidade de uma parede de rochas e pela baixa concentração de pessoas. Há dois ou três abrigos públicos de palha. É um lugar super calmo para relaxar e ver uns peixinhos. Não esqueça da água e do lanche.
Boca Catalina

Boca Catalina

RESTAURANTES EM ARUBA:

  • Barefoot Restaurant: um ‘pé na areia’ é um clássico para um jantar em Aruba. Reservamos com antecedência e pegamos um táxi até o Barrefoot, que fica depois de Oranjestad para quem está em Eagle Beach. O clima e a comida foram legais.
  • Passions on the Beach: esse é outro ‘pé na areia’ famoso em Aruba, com mesinhas espalhadas pela praia. A pedida é chegar para o pôr do sol (não fizemos isso, chegamos mais tarde e pegamos uma ventania). Foi bacana, mas não demos tanta sorte por causa do vento. Ah, era um dos restaurantes do nosso hotel, então só cruzamos a rua.
  • Papiamento: recebemos fortes recomendações, mas não tivemos tempo (oi?). É um restaurante especializado em culinária caribenha, também frequentado pelos locais. Na próxima, quem sabe?
  • Centrinho de Palm Beach: na primeira parada do ônibus para quem vem de Eagle Beach, existe uma espécie de “Baixo Aruba”, com inúmeras opções de bares e restaurantes (muitos deles fazem parte de redes internacionais). Com fome, sem reserva e na dúvida: vá para o centrinho.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s