Do aeroporto ao centro de Paris sem queimar dinheiro

Festa da Queda da Bastilha de 2009Escrevi esse post pensando nos amigos que, como nós, também não têm dinheiro para torrar na largada da viagem. O táxi do Aeroporto Internacional Charles de Gaulle (Roissy) custa, em média, 70 euros (x3,4 = R$ 238) até a cidade. Diferentemente de outras capitais europeias, Paris ainda não investiu num transporte rápido e moderno entre o aeroporto e o centro. Por isso, muita gente adere ao táxi sem comparar as opções. Vou detalhar aqui três alternativas (táxi, trem e shuttle).

Para um casal, a mais eficiente é o trem RER, que custa 10 euros por adulto. Do táxi pelo RER, a economia do casal é de 50 euros. Como comparação, esse valor equivale a um jantar para dois num restaurante bacana ou ainda um passe de 4 dias para todos os museus da cidade (Paris Museum Pass). Para esse mesmo casal, o serviço de shuttle compartilhado sai a 56 euros (um pouco melhor que o táxi, mas um pouco mais demorado até o destino final). Então, vamos lá, sem preguiça pegar esse trem!

RER B – Paris By Train – Roissy/Paris

Adultos: 10 euros

Crianças: 7 euros

Crianças abaixo de 4 anos: gratuito

Horários: 04:56 (primeiro trem) a 23:50 (último trem)

Ao desembarcar no aeroporto, siga as placas “Paris by Train” até encontrar as máquinas de venda dos bilhetes. Você pode comprar um bilhete avulso, o Paris Visite ou o Paris Navigo (explico no fim do post).

Estações em Paris >> Gard du Nord, Châtelet les Halles, St Michel/Nôtre Dame, Luxembourg, Port Royal, Denfert-Rochereau, Cité Universitaire

Verifique no mapa qual estação fica mais próxima da sua hospedagem. A Gard du Nord funciona como uma baldeação para diversas linhas de metrô que cruzam a cidade.

Dica prática: como já enfrentamos greve de trem e fizemos o trajeto do RER pingando até Paris, com muitas pessoas entrando em cada parada, sofremos um pouco para acomodar as malas (jamais colocar em cima do banco!). Na última vez, corremos para sentar no fundo do vagão, por onde ninguém passa, para encostar as malas na parede. Em geral, sem greve ou outro imprevisto, o trajeto é bem tranquilo e rápido (menos de 1h), tanto na ida como na volta. Atenção também aos furtos no trem, que são relativamente comuns. Fique sempre próximo das malas e não deixe a bolsa de mão virada para trás.

SHUTTLE

Para quem estiver realmente muito cansado da viagem, mas não quiser gastar tubos com o táxi, existem algumas opções de shuttle até a cidade. Uma delas é a Paris Shuttle. Você pode ainda tentar agendar com seu hotel. A título de comparação:

Paris Shuttle: para reserva de 1 pessoa numa van compartilhada, sai a 29 euros. Para 2 ou 3, a 28 euros por pessoa. Para 4 a 5, a 16 euros por pessoa. E por aí vai. A van é paradora e demora mais ou menos o mesmo tempo do RER, mas pelo menos te deixa no destino final em Paris.

PARIS VISITE x PARIS NAVIGO

  • Ambos funcionam como cartões pré-pagos de metrô, que agilizam e barateiam as idas e vindas pela cidade.
  • A diferença é que o Paris Navigo dura 1 semana e tem um dia certo para começar. Já o Paris Visite começa a contar no dia em que você ativa o cartão.
  • O Paris Visite funciona melhor para quem passa uma temporada mais curta na cidade. Você pode comprá-lo para 1, 2, 3 ou 5 dias. Além do número de dias, você precisa escolher em quais zonas deseja utilizá-lo: as zonas 1 a 3 incluem apenas a cidade de Paris; as zonas 1 a 5 estendem o passe para Versailles e para o aeroporto internacional, além de outras periferias da cidade. Para as zonas 1 a 3, o preço varia de 11,15 a 35,7 euros, dependendo do número de dias do passe. Para as zonas 1 a 5, o preço para adulto varia de 23,50 a 61,25 euros.
  • O Paris Navigo funciona numa janela fixa de segunda-feira (0h) à sexta-feira (23:59). É ainda mais econômico que o Paris Visite: o preço semanal é de 21,25 euros apenas para Paris e de 35,40 euros incluindo também os aeroportos Roissy e Orly. Ao comprá-lo, você ganhará um cartãozinho onde deverá colar uma foto de identificação (isso será cobrado em caso de fiscalização nas estações; serve para provar que você não furtou o Navigo de outra pessoa).
  • Portanto, a escolha entre o Paris Visite ou do Paris Navigo depende de quanto tempo você passará na cidade. É preciso comparar caso a caso.

Dica prática: se comprar bilhetes avulsos de metrô, sempre guarde até o fim da viagem, porque pode ocorrer fiscalização nas estações. A fraude ao sistema de metrô da cidade é um problema comum (as pessoas pulam as catracas ou simplesmente colam-se umas às outras para não pagar o bilhete).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s