[Nepal 3] Chitwan-Kathmandu

11-Nepal3

Safári em Chitwan

Nosso último dia de trekking começou por volta de 04h30 da manhã. Saímos no escuro para ver o dia nascer em Poon Hill e, depois do espetáculo, descemos a montanha de volta para Nayapul. Esse trekking costuma ser feito em quatro e não em três dias. Então, tivemos que apertar o passo e segurar os joelhos nessa descida. Foi um dia especialmente pesado e chegamos de volta no Trekkers Inn, em Pokhara, por volta de 19h. Estávamos completamente destruídos. Na programação original, pegaríamos um ônibus para Chitwan no dia seguinte às 7h da manhã. Até cogitamos trocar por outro horário, mas… não existia outro horário. Esse era o único ônibus do dia!

Continuar lendo

[Nepal 2] Nagarkot-Phokara-Annapurna Trekking

Trekking de 3 dias no Annapurna: o amanhecer em Poon Hill

Trekking de 3 dias no Annapurna: o amanhecer em Poon Hill

É preciso explicar como chegamos em Nagarkot, passando por Boudhnath no caminho. Não é nada simples pegar transporte público no Nepal. Na estrada, que já é terrivelmente mal pavimentada, vimos ônibus com pessoas quase saindo pela janela. Antes da viagem, cheguei a cotar várias agências nepalesas para fechar um pacote completo no país, que incluísse o trekking, os voos e os deslocamentos terrestres. Mas ODEIO pacotes completos, gosto mesmo é de escolher cada detalhe.

No fim das contas, comprei os voos internos e o transfer para Nagarkot com a Thamel Tours. Fui sempre atendida pelo Balaram, educado e atencioso com meus mil emails cheios de dúvidas e questionamentos. O preço dele também foi o melhor entre todos os pesquisados (foram muitos, acredite!). Quando ele apareceu pela primeira vez no hotel de Kathmandu, parecia um menino com gestos muito formais.

Continuar lendo

[Nepal 1] Kathmandu, Boudhnath e Nagarkot

O menino mais arrumadinho de Durbar Square

O menino mais arrumadinho de Durbar Square

Quando você acha que já viu de tudo e nada mais pode te impactar de verdade, chegou a hora de conhecer Kathmandu, a capital mais improvável onde já pisamos. Após muitas e muitas horas de voo, além de uma conexão de em Doha, chegamos finalmente na cidade (que é, praticamente, a única do país – o restante não é minimamente urbanizado). Dica prática: leve 2 fotos no formato 5×5 (tipo de passaporte) e US$ 25 para tirar o visto no aeroporto. No tumultinho do lado de fora do aeroporto, não conseguimos encontrar nossa carona para o hotel e pegamos um táxi comum (isto é, um carrinho caindo aos pedaços). Entramos no formigueiro de Kathmandu e chegamos ao nosso hotel, no coração de Thamel, o bairro onde se concentram os turistas. Continuar lendo

Orçamento – Nepal e Índia

VOOS:

  • RIO-KATHMANDU* + MUMBAI-RIO* – Qatar Airlines – R$ 4.113,00 com taxas
  • KATHMANDU – POKHARA – Buddha Air – US$ 50 (dólares)
  • CHITWAN – KATHMANDU – Buddha Air – US$ 75 (dólares)
  • KATHMANDU-VARANASI – Air India – R$ 480 (reais)
  • VARANASI – NOVA DÉLHI – Spice Jet – R$ 203 (reais)
  • JODHPUR – MUMBAI – Jet Airways – R$ 212 (reais)

* Conexões em SP e Doha.

Obs: As empresas aéreas do Nepal têm sites ainda muito precários, sem sistema de compra online. É bem burocrático mesmo, você precisa mandar um email para a empresa e aguardar (no meu caso, sem sucesso) um retorno delas. Acabei comprando as passagens da Buddha Air com um agente de turismo mesmo. No caso das empresas indianas, são bem modernas, não coloquei o preço em dólares, porque os sites costumam mostrar o preço em rúpias e fiz a conversão diretamente para reais na minha tabela de controle. 🙂

HOTÉIS:

  • Cada um gastou cerca de U$ 530 na soma de todos os hotéis.

DINHEIRO EM ESPÉCIE  E TRAVEL MONEY:

  • Levei cerca de U$ 2 mil entre espécie e cartão visa travel money. Usei boa parte para pagar hoteis e passeios na viagem. Não precisei utilizar o cartão de crédito tanto.

COTAÇÃO DO DÓLAR:

  • Estava em R$ 2,10 e o governo ainda não cobrava IOF de cartões pré-pagos como visa travel money.

Roteiro – Índia e Nepal

5-Captura de tela inteira 30122014 195503

1° dia ao 3° dia: voo Rio-SP-Doha-Kathmandu (TAM + Qatar Airlines)

Saímos na noite de sexta-feira do Rio e chegamos por volta do horário do almoço no domingo em Kathmandu. Fizemos uma conexão com espera de cerca de 5h em Doha. Não é possível sair do aeroporto.

3° dia: chegada em Kathmandu. Noite em Kathmandu.

4° dia: Kathmandu, Boudhanath e subida para Nagarkot no final da tarde. Noite em Nagarkot.

5° dia: Nascer do sol em Nagarkot e voo para Pokhara. Noite em Pokhara.

6° dia: Início do trekking para Poon Hill (Circuito do Annapurna). Noite em tea house.

7° dia: Trekking. Noite em tea house (Ghorepani).

8°º dia: Nascer do sol em Poon Hill e descida para Pokhara. Noite em Pokhara.

9° dia: Ônibus para Chitwan. Noite em Chitwan.

10° dia: Chitwan. Noite em Chitwan.

Continuar lendo